Blog Widget by LinkWithin

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Encontro de Teatro de Rua em Angra dos Reis

Entre 22 e 25 de abril, no Centro, Japuíba e Village Jacuecanga, ocorrerá o Encontro de Teatro de Rua feito principalmente por artistas e grupos de Angra. O encontro está sendo preparado pela prefeitura, através da Fundação Cultuar sendo gratuito para  moradores da cidade e  turistas. Estarão participando convidados especiais, sob o patrocinio da Petrobrás. Outro espetáculo que está vindo com patrocínio é o “Dois perdidos numa noite suja” (RJ), que tem como um dos atores o renomado ator André Gonçalves, que já esteve na cidade durante a Fita apresentando o espetáculo, que foi adaptado para a rua . O grupo teatral Cantos do Rio (RJ) é outra atração do encontro que promete um excelente espetáculo.

São 11  espetáculos a serem exibidos pela cidade, sendo oito de Angra, com grupos e diversos artistas que mantêm viva a arte nos palcos e ruas, como o Quintal do Circo, com o palhaço Pamonha; o premiado Cutucurim; a Cia da Lua, de Zequinha Miguel; Os Palhaçologistas, a Cia Álacre de Teatro, a Cia Kadoshi de Teatro, a Fabrika de Entretenimento com Júnior Dantas e Adren Alves (que está participando de um seriado na TV Globo), o contador de histórias Glauter Barros; a Trupe do Descoco com os jovens do Frade e Márcia Brasil; e a Cia de Teatro Parceiros, sob a direção de Denildo Miranda, que estréia espetáculo no encontro. Além deles, mais 14 artistas estarão apresentando performances nos dias 22 e 23 de abril em diversos locais, que só serão conhecidos na hora.
A abertura do evento será com cortejo realizado às 16h pelas ruas da cidade, com concentração no Centro Cultural Theophilo Massad. O espetáculo “Dois perdidos numa noite suja” abre o festival, às 19h, na Praça Zumbi dos Palmares (Mercado Municipal). Além dos espetáculos teatrais de grande qualidade, o encontro contará com oficinas, performances nas ruas e show musical com a irreverente banda Xandy de Dentro, e voz e violão com Daniel Cavalcanti, atrações de qualidade e imperdíveis.

PROGRAMAÇÃO:
- Dia 22 – Quinta
10h- Performances Urbanas – Rua do Comércio / Rua Cel. Carvalho / Av. Raul Pompeia (Centro).
15h- Performances Urbanas – Rua do Comércio / Rua Cel. Carvalho / Av. Raul Pompeia (Centro).
16h- Cortejo de Abertura – Concentração no Centro Cultural Theóphilo Massad (CCTM)/ Arcebispo Santos / Rua Cel. Carvalho/ Av. Raul Pompeia/ Rua da Conceição / Rua do Comércio (Centro).
19h- Abertura Oficial – Espetáculo “Dois perdidos numa noite Suja” (RJ) - Elenco: André Gonçalves e Freddy Ribeiro- Praça Zumbi dos Palmares (Centro).
Paco e Tonho são dois operários falidos e semimarginalizados de um mercado de peixe de um cais do porto. Enquanto Paco é um ser tomado pelo sentimento de provocação e agressividade, Tonho tem em seu peito uma grande vontade de crescer na vida, fazer valer seus estudos. Mas, para conseguir o tão almejado emprego, é necessário um par de sapatos novos - que Paco possui mas não quer emprestar. Paco tem o sonho de conseguir uma flauta nova para ganhar dinheiro como artista. No âmbito das vontades desses dois personagens surge o ápice da peça.
Texto: Plínio Marcos
Direção: Sílvio Guindane
21h- “O espetáculo não pode parar”- Quintal do Circo – Praça do Porto.
O sonho, a magia e o encanto do circo movem a vida de um palhaço com seu humilde e encantador picadeiro, guardado dentro de seu triciclo personalizado. O espetáculo acontece através da fantasia e inocência do palhaço Pamonha, que com sua destreza apresenta sequências de números com música, danças, mágicas, truques e malabarismos. O espetáculo envolve e seduz crianças, adultos e todo o público, que se vão com a certeza de que o espetáculo não pode parar!
Direção e cenografia: Luciano Araújo
Elenco: Luciano Araújo
Roteiro: Márcia Brasil e Luciano Araújo
Iluminação: Gustavo Valente
Operador de som e luz: Cleison Araújo e Gustavo Valente
Produção: Márcia Brasil


- Dia 23 – sexta
10h- Performances urbanas – Rua do Comércio / Rua Cel. Carvalho / Av. Raul Pompéia (Centro).
12h- Espetáculo “Atitude e violência pelo milagre de Deus: abraça-me” - Cia. da Lua- Praça Matriz (Centro).
15h- Performances urbanas – Rua do Comércio / Rua Cel. Carvalho / Av. Raul Pompeia / Village – Rua do Comércio / Japuíba - Campo da Porteira (Centro).
15h- Espetáculo “Eu também quero brincar”- Cia. Kadoshi de Teatro- Praça do Comércio – Village (Jacuecanga).
O espetáculo infantil gira em torno da criança trazendo a magia do palhaço e do circo, acendendo a pureza e o riso da criança que habita dentro de cada um de nós, com brincadeiras e performances comandadas pelo palhaço Cebola.
Direção: Adren Alves
Autoria, pesquisa, texto e performance: Alexandre Moraes
Figurino, maquiagem e sonoplastia: Alexandre Moraes
Iluminação e cenografia: Gustavo Valente

16h- Espetáculo “A princesa sisuda”- Trupe do Descoco- Campo da Porteira (Japuíba).
Era uma vez um rei muito feliz que se tormou triste porque sua única filha deixou de sorrir. Até que um dia o rei teve uma ideia para sua filha deixar de ser sisuda. E é nessa idéia que todos que assistem à “princesa sisuda” se divertem a valer e caem na gargalhada.
Direção, figurino e acessórios: Márcia Small Brasil
Cenografia: Oberdan Júnior
Contra-regra: Gabriela Rocha
Apoio: Ceia Aquino e Corina Gabriel
Elenco: Natty Mello, Tiago Rocha, Jefferson Luís (Zinho), Tião Gabriel, Oberdan Júnior e Richard Marx

18h- Espetáculo “Quem ri por último...” - Os Palhaçologistas- Praça do Porto (Centro).
Quem já não fez uma brincadeira de mau gosto? E é assim que o espetáculo começa... Com uma simples brincadeira, criando com isso muita confusão e a partir daí tem-se a prova de uma verdadeira amizade. A história mostra de maneira bem descontraída uma amizade que supera os trancos e barrancos, as diferenças e dificuldades entre personagens, mas que não conseguem viver um longe do outro.
Direção: Bruno dos Anjos
Figurino: Thiago S. Sena e Silvana Libório
Cenário e adereços: André Lopes
Trilha sonora: Bruno dos Anjos e Silvana Libório
Operador de som: Alessandra Ferreira
Assistente de espetáculo: Anabel Libório
Elenco: Bruno dos Anjos e Silvana Libório

20h- Espetáculo “Patrão nosso” - Gupo Cutucurim- Praça da Matriz (Centro).
Em uma cidade bem distante dessa aqui, uma família composta por mulheres enfrenta um problema um tanto conhecido: a falta de atendimento nos hospitais. E na mesma cidade, senhor Peçanha se converte a todas as religiões para conseguir voto, para que tudo saia bem na sua candidatura nas próximas eleições. Histórias que percorrem caminhos distintos e se entrelaçam num grande desfecho. Venha se divertir, se emocionar e emitir ao patrão nosso, um grito próprio de liberdade.
Direção: João Novaes
Direção musical e música original: Bruno dos Anjos
Cenário: Luciano Araújo
Figurino: Pâmela Vicenta
Maquiagem: Marcelo Andriotti
Elenco: Flaviana Ayres, Monique Eucário, Márcia Brasil, André Bernardo, Marlene Ponciano, João Novaes e Bruno dos Anjos

22h- Show Daniel Cavalcanti – Tenda Cais de Santa Luzia (Centro).


- Dia 24- Sábado
09 às 17h - Oficina de Direção com Rosyane Trotta – Teatro de Rua – Casa de Cultura (Centro).
09 às 17h – Oficina de Performance Urbana com Mara Leal– Convento São Bernardino de Sena (Centro).
18h- Espetáculo “Contando estórias”- Cia. Álacre de Teatro- Praça do Porto (Centro).
Um rei, um médico que é lenhador, uma princesa que não fala, um coelho, três crianças, uma fada do dente, um rabugento, uma menina, uma apresentadora, num lugar que é programa de televisão, é floresta, é castelo e é uma praça... É nessa grande brincadeira, é nesse jogo de cenários, enredos e com uso da música que a história se mistura em outra história, a verdade se mistura com a imaginação e a companhia apresenta o espetáculo.
Criação e Direção: Coletiva e adaptações do texto “Médico à força”, de Moliére
Preparação vocal e participação musical: Alex Santiago
Cenografia: André Bernardo
Contra regra e sonoplastia: Luciana Castilho
Elenco: André Bernardo, Letícia Issene e Edilaynne Lima

19:30h Espetáculo “Rio de Janeiro a dezembro no carro-céu de histórias” - Grupo Cantos do Rio (RJ)- Praça Matriz (Centro).
O espetáculo faz uma homenagem ao Brasil e ao Rio de Janeiro ao resgatar as mais genuínas manifestações culturais folclóricas do povo fluminense e carioca, começando como a folia de Reis em janeiro, passando pelo samba, jongo, festas juninas, calangos, brincadeiras de roda, brinquedos cantados, “O boi pintadinho”, contos, lendas e finalizando com o “Pastoril” em dezembro, com o acompanhamento de violão, acordeom, cavaquinho, bandolim, flauta doce e instrumentos de percussão.
Direção: Ludmila Breitman
Texto e direção musical: Luiz Carlos Jujuba e Ana Nogueira
Cenário: Cantos do Rio
Iluminação e som: Dil Nogueira
Figurino: Tatiana Menezes
Elenco: Luiz Carlos Jujuba e Ana Nogueira

21h- Espetáculo “Till, a saga de um herói torto” - Grupo Galpão (MG) – Cais de Santa Luzia (Centro)
Do dramaturgo Luís Alberto de Abreu. Com direção de Júlio Maciel, é baseado nas histórias anônimas criadas em torno de um personagem fictício da Alemanha feudal, o andarilho Till Eulenspiegel. Misturando farsa, comédia, drama e poesia, o espetáculo critica com humor o poder e suas formas de dominação, usando a Idade Média e o personagem central como uma metáfora do mundo atual, em que hordas de miseráveis e desamparados se espalham de maneira incontrolável pelos quatro cantos do mundo.
“Till, a saga de um herói torto”, que estreou em julho de 2009, já foi visto por mais de 80.000 pessoas em 30 cidades, e continua arrebatando platéias nas ruas, ginásios e teatros do país.
Texto: Luís Alberto de Abreu
Direção: Júlio Maciel


22h- Show Xandy Dentro – Tenda Cais de Santa Luzia (Centro).


- Dia 25 – Domingo
09 às 17h - Oficina de Direção com Rosyane Trotta – Teatro de Rua – Casa de Cultura (Centro).
09 às 17h – Oficina de Performance Urbana com Mara Leal– convento São Bernardino de Sena (Centro).
19h- Espetáculo “ Por que a noiva botou o noivo na Justiça”- Fabrika do Entretenimento- Praça Matriz (Centro).
A noiva sonha com o casamento, com uma vida feliz, mas para que isso aconteça faz simpatias, promessas aos santos, orações, jejum e vai até a um terreiro de macumba. Depois de tudo isso, arranjou um marido, casou-se e aí veio a decepção com o único homem que conseguiu...
Direção: Cia. Fábrika do Entretenimento
Texto: Lourdes Ramalho
Figurinos e adereços: Júnior Dantas
Elenco: Adren Alves, Camila Rocha, Fabrício Ozório, Flaviana Ayres, João Gomes e Júnior Dantas

20:30h - Espetáculo “tá calor? Tome uma!”- Cia. de Teatro Parceiros– Praça do Porto (Centro).
Zé Maneiro é um homem muito calorento, e por não aguentar mais dormir ao lado da esposa, resolve alugá-la para seu amigo de muita consideração, só até passar o verão. Mas Zé Maneiro acaba se arrependendo de tal negociação... Para ter a esposa de volta ele procura um pai de santo e até o delegado da cidade! Até que um dia outra mulher muita assanhada lhe é apresentada. Será que Zé Maneiro terá sua esposa de volta?
Direção: Denildo Miranda
Elenco: Andréia Machado, Antônio Batista, Denildo Miranda, Josias Fernandes, Rone Anderson, Wellington Lopes e Valéria Moura
Técnica: Edilene Santos



Performances Urbanas:
Glauter Barros-- “Contações de histórias”
Atordoados - “Procura-se um genro!” e “Bodas de sangue”
Fabrika de Entretenimento - “Ceguinhas de Campina Grande”
Silvana- Manipulador e a Boneca” e “Um espetáculo de uma amiga palhaça”
Marina Gonper- “Diálogos poéticos”
Cia. de Teatro Parceiros- “O circo” e “Boca no trombone”
Cia. Kadoshi de Teatro - “Quando a trombeta tocar” e “A poetisa”
Cia. Álacre de Teatro- “Poses incomuns”
Trupe do Descoco- “Os assombrosos” e “Corrida inusitada”
Grupo Cutucurim- “O casamento de Rosinha”

Fonte: PMAR

0 comentários:

Blogblogs

Redes Sociais

Pesquisar no blog

  © Blogger templates Psi by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP